Blog Dicas de Saúde

Cloreto de Magnésio: Potencialização da sexualidade e outros benefícios

Sandra C. Marasca Martini
Farmacêutica Bioquímica, Especialista em Saúde Coletiva.
Publicado em 20/11/2017

Quando há deficiência de magnésio em nosso organismo é comum sentirmos dores, infecções, instabilidade no humor, cansaço físico e mental, dentre outros sintomas.

Por isso, o magnésio tem sido cada vez mais reconhecido pela sua imensa importância para o funcionamento do nosso organismo, e, além disso, os benefícios do cloreto de magnésio também vêm sendo explorados com maior intensidade na saúde sexual masculina.

O magnésio tem sido chamado de mineral milagroso, graças a seu efeito de cicatrização, capacidade de rejuvenescer e evitar o envelhecimento do corpo, além de ser um excelente estimulante, agindo diretamente na saúde sexual masculina.

Além disso, o cloreto de magnésio também é um estimulante, que aumenta o impulso sexual, restaurando a libido. É um elemento importante na impotência e outras disfunções sexuais, como a ejaculação precoce.

Sem ele, o nosso corpo seria incapaz de manter fluidos nos vasos sanguíneos, realizar transmissões nervosas, mover os músculos ou até mesmo manter a função renal adequada.

Como um dos principais minerais eletrólitos do corpo, o cloreto de magnésio desempenha muitas funções, principalmente efetivar a reação de ganho de energia e excreção de toxinas e elementos desnecessários ao nosso corpo, e, também, mantém o bom funcionamento dos nervos, músculos e coração.

Outro benefício do cloreto de magnésio, é a manutenção do pH sanguíneo na faixa de valores entre 7,3 e 7,4. Isso evita acidentes metabólicos que trazem sérias consequências à saúde.

Quando em quantidades certas, o cloreto de magnésio no organismo diminui cãibras, fadigas, lesões e/ou cansaço muscular durante a prática de atividade física.

Para aqueles que têm uma dieta equilibrada, os níveis de magnésio no sangue costumam ser suficientes. Porém, alguns fatores do cotidiano fazem com que nosso corpo perca quantidades significativas de magnésio, como, por exemplo, o consumo exagerado de cálcio, consumo de bebidas alcoólicas e altos e frequentes níveis de ansiedade e estresse.

Porém, o cloreto de magnésio em si não é produzido pelo corpo humano. Ele apenas ativa ou complementa a produção natural de magnésio pelo organismo, por isso faz-se a necessidade da suplementação deste mineral! Cloreto de magnésio em cápsulas e sachê você encontra na Mais Natural!