Blog Dicas de Saúde

Ceia sem culpa: os benefícios das nozes e castanhas

Sandra C. Marasca Martini
Farmacêutica Bioquímica, Especialista em Saúde Coletiva.
Publicado em 08/12/2017

A época das festas de final de ano chegou e não é raro vermos castanhas, nozes, amêndoas e outras frutas oleaginosas compondo belas produções gastronômicas, mas quais são os benefícios desses alimentos para a saúde?

As oleaginosas são saborosas, fáceis de comer e, apesar de serem ricas em gordura, podem ser apreciadas em todos os tipos de dieta, já que essa gordura é uma “gordura do bem”, as monoinsaturadas e as poli-insaturadas, com propriedades que protegem o coração e todo o sistema circulatório, além de possuírem efeito anti-inflamatório e antioxidante e de serem ricas em diversos outros nutrientes importantes para nossa saúde e longevidade.

As amêndoas são ricas em cálcio e são fonte de vitamina E, um nutriente que ajuda a melhorar a condição e a aparência de sua pele. Além de serem ricas em ômega 9 e 6, sendo que o ômega 9 é uma gordura monoinsaturada que regula a produção de hormônios sexuais como o estrogênio e a testosterona.

As castanhas-do-pará são uma boa fonte de nutrientes e ácidos graxos. Além disso, possui vitaminas B e E, proteínas, fibras, cálcio, fósforo e magnésio; contudo, seu maior destaque talvez seja a grande presença de selênio, um mineral importante para a glândula tireoide.

As nozes são ricas em vitaminas A, C, E e potássio, além de minerais e gorduras insaturadas, que são as gorduras benéficas para o coração, cérebro e para todo o sistema circulatório. Por ter um alto conteúdo antioxidante, ajudam a diminuir o colesterol.

A castanha de caju é uma excelente fonte de sais minerais como o magnésio, que ajuda todo o nosso corpo a se manter ativo, o fósforo, que é bom para os ossos e o zinco, que ajuda nosso sistema de defesa.

Já a Avelã, além de ser rica em Vitamina E e ômegas 6 e 9, também é uma boa fonte de folato, que desempenha um papel fundamental na diminuição do risco de problemas cardíacos e Parkinson.

Há quem pense que, porque a macadâmia é muito gordurosa, ela engorda ou aumenta o colesterol, mas isso não é verdade pois a gordura da noz macadâmia é monoinsaturada, um tipo que auxilia inclusive no controle do peso.

Já os pistaches são uma ótima fonte de ácidos graxos monoinsaturados e vitamina B6, o pistache ajuda a manter os hormônios equilibrados e saudáveis, além de ser a única oleaginosa que possui luteína e zeaxantina, dois antioxidantes que desempenham um papel importante na proteção dos olhos.

Na Mais Natural você encontra uma grande variedade de castanhas para compor a sua ceia de ano novo!